sábado, 6 de março de 2010

Rostos sem nome

Diariamente no trânsito olho para os rostos sem nome que se deslocam nas viaturas da faixa do lado e muitas vezes me pergunto, porque não sorriem, será que toda esta gente é infeliz?

Os rostos sem nome no trânsito matinal parecem uma banda desenhada de personagens tristes e amarguradas.

Quando vejo um "desenho" sorridente, a cantar a música que passa na rádio, a rir do que dizem alguns animadores de programas de rádio ou simplesmente de cara alegre dou um grande sorriso e penso:

- uaauuuu afinal há mais como eu!

Sem comentários:

Enviar um comentário