terça-feira, 20 de abril de 2010

Arte

A tela da vida nem sempre é pintada com as cores, traços ou cores que nos aquecem o coração.
Uma tela em constante mudança cujas cores e tendências variam consoante a corrente artística predominante.

Se eu pudesse pintar a minha tela a minha escola seria, com toda a certeza, a Expressionista na qual as cores resplandescentes e vibrantes dão forma plástica ao amor, ao ciúme, ao medo, à solidão, à miséria humana e outras mais.


Sem comentários:

Enviar um comentário