domingo, 20 de junho de 2010

Introspecções

Dei por mim a pensar que gostaria de me voltar a cruzar contigo. Não sei quem és, como te chamas ou do que gostas. Sei que gostaste de mim e eu ignorei-te. Se uma parte de mim gostou de sentir o teu olhar, outra sentiu-se pequena, tímida e medrosa. Não sei lidar com estas situações por falta de experiência, por preconceito e até por insegurança.

Tenho que abrir os meus horizontes, perder os medos e inseguranças e acreditar.
Acreditar e amar.
Amar-me.
Mimar-me.
E sentir que sou e valho muito mais do que sinto sou.

Sem comentários:

Enviar um comentário