sábado, 14 de agosto de 2010

Calar

Calar sobre a sua própria pessoa, é humildade.
Calar sobre os defeitos dos outros, é caridade.
Calar na Dor, é heroísmo.
Calar diante do sofrimento alheio, é covardia.
Calar diante da injustiça, é fraqueza.
Calar enquanto o outro fala, é respeito.
Calar quando o outro precisa de uma palavra, é malvadez.
Calar para não falar palavras inúteis, é inteligência.
Calar quando não há necessidade de falar, é bom senso.
Calar diante do mistério que não entendemos, é sabedoria.

Calar quando Deus nos fala ao coração, é Silêncio.

Mas não cales na resignação, não cales na manipulação, nem na crueldade.

O Silêncio é liberdade!
O Silêncio é um momento vivificante da Graça
em que calamos mas o Espírito sente e fala!

Vive esse momento com intensidade pois é ele que te consolida o Caminho!
E no Silêncio só se ouve o Amor porque é dele que brota!
Puro Silêncio, do mais sublime que existe!

Autor desconhecido

Sem comentários:

Enviar um comentário