terça-feira, 9 de novembro de 2010

O nascer do sol

Lá fora ainda está escuro, o sol ainda não nasceu. Ouve-se o vento e o mar, adivinha-se o frio que estará no exterior. Contrariamente ao que acontece diariamente, hoje não tive, nem desejei, uns minutos a mais de preguiça entre os lençóis. Bem agasalhados e de manta debaixo do braço, lá vamos para um dos momentos do dia a meditação ao nascer do sol.


O sol nasceu mas as nuvens não permitem que nos brinde com o seu calor e energia até ao momento em que chegamos aos últimos minutos da meditação, nesse instante o sol abre, aquece-nos com os seus raios, ilumina-nos com a sua luz e inspira-nos para mais um dia SANO.

Sem comentários:

Enviar um comentário