terça-feira, 31 de agosto de 2010

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Falso pregador

Caminho na estrada da vida e encontro-me diante de uma bifurcação. Sinto-me confusa e insegura. Sei qual o caminho que ambiciono mas tenho medo.

Focalizo com toda a minha força e faço a melhor e mais gratificante visualização positiva. Sinto e vivo as emoções e a felicidade de forma tão intensa que choro, choro sem parar de tanta felicidade. Sinto o meu corpo e o meu coração invadidos por um preenchimento tão grande que não cabem no peito. Estou na eminência de explodir, parece que o meu peito não acomoda tanta emoção.
Limpo as lágrimas e sinto-me grata por sentir tamanha felicidade, de imaginar a minha vida plena de amor, alegria e realização.

Ao pressentir alegria e felicidade tão grande os fantasmas do passado resolvem atacar. Se num dia rejubilo de alegria, positivismo e felicidade, no outro sou arrastada pela maré da tristeza, da dor e do sofrimento.
Luto contra as imagens que assolam o meu pensamento, luto ingloriamente. Quanto maior o esforço para limpar as nuvens negras do meu coração, mais intensa a tempestade se torna.
Afogo-me num mar revolto de tristeza e medo. Substituo as imagens de felicidade plena pelas de sofrimento antecipado. Chorei até ao ponto de me olhar ao espelho e não reconhecer o meu olhar. Sinto-me vazia e triste.

No final desta experiência sinto-me um falso pregador que discursa ao mundo uma coisa mas, na realidade, faz a oposta.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Crescer

Era uma vez uma menina que havia vivido parte da sua vida oprimindo as emoções, os sonhos e a concretização. A vida não lhe sorrira da forma que idealizava. Queria outra família, outros amigos, outra condição social. Do alto da sua meninice e ingenuidade gritava por outra vida que não a sua.

Os anos foram passando e a menina cresceu. Cresceu com as mesmas correntes, as mesmas convicções que em menina lhe tinham passado. Vivia com medo do desconhecido, com insegurança, falta de auto-estima.
Desenhava os seus sonhos, ou melhor os seus castelos, mas na maioria das vezes nada fazia para os construir.
A menina-mulher foi prisioneira até ao dia que alguém lhe disse "Escava dentro de ti. É lá que está a fonte da felicidade, e esta pode jorrar continuamente se escavares bem; "Agradece pelo que és, pelo que foste e pelo que serás. Agradece o que tens, o que tiveste e o que terás. Agradece o que vives, o que viveste e o que viverás".

De início, aquelas palavras bonitas, com um significado imenso, faziam todo o sentido, mas na sua vida parecia que não encaixavam. Carregava nas suas costas um saco tão grande de tristeza e mágoa que cada passo era penoso e em sofrimento. 
Como iria conseguir ver-se livre dele após tantos anos a carregá-lo cuidadosamente? Seria mais penoso largar o saco ou agradecer pelo seu conteúdo?
Aos poucos foi conseguindo deixar para trás cada uma das pedras que havia carregado durante anos. Cada pedra retirada do saco era um vitória. O caminho foi, e continua a ser difícil, mas com o saco quase vazio a menina que hoje é mulher é grata pela sua vida, ama-se a si própria e transmite uma luz de felicidade.

Os obstáculos continuam a aparecer mas hoje a menina-mulher em vez de amá-los e os colocar no seu saco, contorna-os, salta por cima deles ou simplesmente recua e opta por outro caminho. O caminho da gratidão, do amor e do sonho. O caminho da felicidade

Construção

Citações inspiradas #7

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Não deixe passar o Amor

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.

Se os olhares se cruzarem e, neste momento,houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.

Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.

Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: O Amor.

Por isso, preste atenção nos sinais - não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR.


Estar bem

"Estαr bem e feliz é umα questão de escolhα e não de sorte ou mero αcαso.
É estαr perto dαs pessoαs que αmαmos, que nos fαzem bem e que nos querem bem.
É sαber evitαr tudo αquilo que nos incomodα ou fαz mαl, não hesitαndo em usαr o bom senso, α mαturidαde obtidα com experiênciαs pαssαdαs ou mesmo nossα sensibilidαde pαrα isso.
É distαnciαr-se de fαlsidαde, invejα e mentirαs. Evitαr sentimentos corrosivos como o rαncor, α rαivα e αs mάgoαs, que nos tirαm noites de sono e em nαdα αfectαm αs pessoαs responsάveis por cαusά-los.
É vαlorizαr αs pαlαvrαs verdαdeirαs e os sentimentos sinceros que α nós são destinαdos. E sαber ignorαr, de formα mαis finα e elegαnte possível, αqueles que dizem αs coisαs dα bocα pαrα forα ou cujαs pαlαvrαs e cαrάter nuncα vαlerαm um milésimo do tempo que você perdeu αo escutά-lαs.''

[Friedrich Nietzsche]

Beautiful

Believe

Conquistas

Ainda não cheguei lá mas sei que estou quase
Sei que dentro em breve, muito breve, conseguirei

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Trim-trim!!

Gosto de telefones antigos, de tal forma que há anos que tenho um como objecto decorativo.
Quem não se recorda do barulho da roda a cada algarismo rodado? 
Só quem não passou pelo século passado.

Trim-Trim!!




sábado, 14 de agosto de 2010

Calar

Calar sobre a sua própria pessoa, é humildade.
Calar sobre os defeitos dos outros, é caridade.
Calar na Dor, é heroísmo.
Calar diante do sofrimento alheio, é covardia.
Calar diante da injustiça, é fraqueza.
Calar enquanto o outro fala, é respeito.
Calar quando o outro precisa de uma palavra, é malvadez.
Calar para não falar palavras inúteis, é inteligência.
Calar quando não há necessidade de falar, é bom senso.
Calar diante do mistério que não entendemos, é sabedoria.

Calar quando Deus nos fala ao coração, é Silêncio.

Mas não cales na resignação, não cales na manipulação, nem na crueldade.

O Silêncio é liberdade!
O Silêncio é um momento vivificante da Graça
em que calamos mas o Espírito sente e fala!

Vive esse momento com intensidade pois é ele que te consolida o Caminho!
E no Silêncio só se ouve o Amor porque é dele que brota!
Puro Silêncio, do mais sublime que existe!

Autor desconhecido

Momentos de inspiração #2

Coaching #1

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Now we are free

Músicas como esta são intemporais, transportam-nos para lá de nós, para lá da nossa janela!

Citações inspiradas #6

O melhor exercício de auto conhecimento do mundo é simplesmente olhar-se num espelho e perguntar várias vezes "quem sou eu"?

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Fazer a diferença

"Há uma famosa regra de gestão que diz que devemos dedicar a parte mais significativa do nosso tempo a desempenhar tarefas que realmente fazem a diferença nos nossos resultados. É também assim na nossa vida"*

Estás à espera de quê?

*in "Spider - como definir objectivos irresistíveis", Pedro Vieira, Life Training

Ignorância ou não, eis a questão!

Cada vez mais me choca a estupidez e pequenez das pessoas, os preconceitos e ideias feitas que moldam a visão que têm da realidade. Choca de tal forma que por vezes apetece-me sair do meu estado de "low profile" e "armar o barraco". Hoje foi um desses dias.

Em trânsito numa superfície comercial utilizei as escadas rolantes, à minha frente iam duas "criaturas" - talvez seja demasiado correcto apelida-las como tal - e dada a proximidade foi inevitável ouvir a conversa de um para o outro.  O tema era um "clássico", beleza das mulheres versus o seu grau de inteligência

Um dos magníficos idiotas bradava para o outro que "não há mulheres bonitas e inteligentes, se são bonitas são burras, se são inteligentes são feias que nem uma porta", e continuava a repetir a mesma "lengalenga". Naquele momento fui dominada por uma súbita vontade de o esbofetear e fazê-lo sair do estado de ignorância, da sua pequenez e estado de desenvolvimento limitado.

Tendo em conta o ponto de vista dele ainda não sei se escolho ser inteligente ou bonita, as duas nem pensar!

O pensamento faz a grandeza ou a pequenez do homem.
Este definitivamente é muito pequeno.

Citações inspiradas #5

Se fizeres como sempre fizeste, obterás o que sempre obtiveste.

Anthony  Robbins

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Correntes

sei o que quero e o que não quero
sei para onde quero ir, e para onde não quero ir
sei o que sou e porque o sou
mas no meio de tanta certeza tenho dúvidas

entre minutos, horas e dias aguardo
aguardo que a minha incerteza acabe
aguardo um bafo de lucidez
anseio por uma lufada de certeza

questiono-me se a encontrarei
se ela me encontrará
se nos encontraremos

ainda não consigo não necessitar dela
sinto-me aprisionada
aprisionada a grossas correntes
pedaços de metal fundido com laços de convicção

domingo, 1 de agosto de 2010

Apenas um ponto

Poesia pra levar

Esta noite, outra noite,
esta manhã que nasce pelas frinchas
da janela pequena entreaberta,
por planaltos e vales caprichosos,
lagos azuis, ravinas e pinhais,
irei de vez em quando perguntando
onde existes? onde estás?
Talvez te enroles no lençol, ou seja
tua esta voz que canta em língua estranha,
ou por galáxias amplas de aventura
noutro quarto quebrado me procures
para existires em mim uma vez mais.
Que medo tenho de ir perdendo a sorte
em armários de gente contrafeita,
e ser, quando voltares, imunda fera
morta, sem dentes, numa esquina ou poço,
o último exemplar da sua espécie;
eu que seria jovem para sempre
em cada pensamento, em cada gesto,
em cada rima obscura do teu verso.

António Franco Alexandre
in Uma Fábula

Primavera

"A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la."

Cecilia Meireles

Momentos de inspiração