sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Amar

Amar - verbo transitivo; (latim amo, -are); ter amor a; gostar muito de; estar apaixonado.
Dou por mim a utilizar este verbo com frequência nas minhas construções frásicas; gosto de amar, de ser amada e do som da palavra. Sinto amor por pessoas, animais, situações e até por coisas. Obviamente que “amar alguém” é muito diferente de “amar uma situação ou uma coisa”, não obstante o facto, gosto de usar a palavra.

Há dias falava com colegas de trabalho sobre um livro que lia na altura, proferi a frase “estou a amar o livro” e fui olhada de uma forma… como direi, estranha talvez. Se já o sabia e havia constatado, nestes minutos de conversa foi claro e evidente o preconceito, o obstáculo e o pudor em utilizar o verbo amar.

Tenho dificuldade em aceitar a dificuldade no uso do verbo AMAR pois isso reflecte a dificuldade em amar e ser amado, a dificuldade em lidar com uma palavra cujo significado pode ser mais lato do que ligação emocional entre duas pessoas é também o reflexo de uma sociedade refém de egocentrismos, preconceitos e limitações em dar e receber.


Sem comentários:

Enviar um comentário