quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Entre tachos e panelas

Sou um bom garfo, admito. Comida que venha para o prato, desde que bem cozinhada e apaladada, não sobra vestígios. Gosto de experimentar novos sabores, variar nos tipos de culinária. Devo este meu "fácil" gosto à minha mãe que, não obstante cozinhar a típica comida portuguesa, sempre habituou a família a uma alimentação variada, rica em vegetais e fruta, comendo muito peixe e não fomentando as guloseimas e doces.

Gosto de cozinhar mas detesto ter a cozinha como obrigação. A relação com os ingredientes, sabores e odores agrada-me e relaxa-me. Receitas não sei o que são, ou melhor, não sei o que é respeitar escrupulosamente uma receita do início ao fim; coloco um ingrediente aqui, retiro outro ali, adiciono uma erva aromática ou outra, no final a receita é por vezes algo bastante diferente da original.

Nas minhas aventuras entre tachos e panelas gosto de experimentar receitas novas e dar asas à minha imaginação. As novas experiências têm sido predominantemente vegetarianas e os resultados muito saborosos.





Sem comentários:

Enviar um comentário