quinta-feira, 23 de junho de 2011

Anjo da guarda


Quando estamos felizes e pensamos que nada atrapalhará esse estado de felicidade a vida prega-nos mais uma partida.
Hoje pensei que perderia uma das pessoas que mais amo neste mundo, passei por momentos de angústia, dor, inquietação e questionamento divino. No corredor vazio e cinzento de um hospital questionei-me acerca do porquê de tal evento; "estava tudo tão bem porque raio aconteceu uma coisa destas?". No corre-corre de médicos e enfermeiros de um serviço para outro fui ouvindo conversas repletas de termos médicos, a maioria indecifráveis para leigos como eu, que revelavam um diagnóstico complexo e, acima de tudo, uma grande sorte por ter sobrevivido.

As crenças cristãs dizem que cada um de nós quando nasce recebe de deus um anjo da guarda que nos acompanhará e protegerá até ao final dos nossos dias. Até ao dia de hoje nunca tinha pensado ou dado relevância à questão. Neste momento acredito que alguma força superior esteve lá no momento certo a ajudar a superar o maior desafio que podemos ter na vida, o duelo entre a vida e a morte.


Sem comentários:

Enviar um comentário