quarta-feira, 29 de junho de 2011

O bater de asas

Num bater de asas forte e vigoroso anseio por voar alto, muito alto. Desejo voar para longe, voar comigo, contigo e com o mundo.

Por vezes perco as forças para continuar a voar, esforço-me o mais que consigo, luto contra ventos fortes e intempéries. Não quero acreditar que não conseguirei chegar ao destino mas sim acreditar que serei forte, determinada e confiante para percorrer a rota a teu lado.

Olho para trás e vejo vários voos sem sucesso.
Não quero mais uma vez começar a voar e desistir a meio do voo, mas sim ter coragem para voar e lutar pelo que me faz feliz.


Sem comentários:

Enviar um comentário