terça-feira, 9 de agosto de 2011

Estórias de Carolina #3

Tema: falar de amor

Muito comum e vulgar pelos tempos que correm, todos e por todo o lado se fala e escreve sobre amor, no entanto poucos ou muito poucos o põem em prática. A palavra Amor têm sido banalizada, e o seu sublime e intrínseco significado pouco ou nada significa na maioria das vezes em que é aplicada.
Palavras como "amo-te muito" quase que se tornaram vocabulário tabu. Num mundo vivido num ciclo vicioso de "Quereres" e "Teres", de valorização do "Ter" em detrimento do "Ser" e do "Sentir" vão-se construindo muros de betão e arame farpado em redor do coração e da capacidade de entrega ao momento e da capacidade de amar.

Na minha humilde opinião o verdadeiro amor é muitas vezes esquecido numa das muitas gavetas das vidas aceleradas e stressadas, vividas egoísticamente sem tempo para amar ou ser amado.


Sem comentários:

Enviar um comentário