quarta-feira, 30 de março de 2011

Sucesso

Motivação

"As pessoas dizem frequentemente que a motivação não dura. Bem, nem o banho - e é por isso que ele é recomendado diariamente ..."

Zig Ziglar

domingo, 27 de março de 2011

Mudança

"Never doubt that a small group of committed people can change the world" 

Margaret Mead                           

Mary Stuart

Mais uma excelente interpretação dos The Lisbon Players - Mary Stuart

Rainha da Escócia (1542-1587), dotada de habilidade política, ambição e beleza, cuja aspiração ao trono da Inglaterra foi transformada em tragédia.
Sua educação francesa e católica, representava uma ameaça tanto para a Escócia protestante quanto para a coroa inglesa, que pretendia. A soberana da Inglaterra, sua prima Elizabeth I, filha de Henrique VIII e Ana Bolena, sem herdeiros diretos, não aceitava seus direitos ao trono.
Mary Stuart foi prisioneira durante 18 anos em Inglaterra.
Acusada de participar de um complô para libertá-la, foi julgada e decapitada no castelo de Fotheringhay.



Terapias

As terapias alternativas podem ser um excelente aliado para manter qualidade de vida.




sexta-feira, 25 de março de 2011

A fada das crianças

Ser criança é acreditar que tudo é possível.

Que os sonhos são de todas as cores.
Que podemos abraçar o arco-íris
Que existem fadas, Orianas, dos dentes, reais, mas sempre fadas.
Que o mal, existe só em filmes de péssima categoria e com orçamento limitado.
Que podem, para sempre, ser crianças e que os adultos pouco ou nada percebem da vida…

Do seu longínquo reino cor-de-rosa,
Voando pela noite silenciosa,
A fada das crianças, vem, luzindo.
Papoulas a coroam, e, cobrindo,
Seu corpo todo, a tornam misteriosa.

À criança que dorme chega leve,
E, pondo-lhe na fronte a mão de neve,
Os seus cabelos de ouro acaricia -
E sonhos lindos, como ninguém teve,
A sentir a criança principia.

E todos os brinquedos se transformam
Em coisas vivas, e um cortejo formam:
Cavalos, soldados e bonecas,
Ursos e pretos, que vêm e vão e tornam,
E palhaços que tocam em rabecas...

E há figuras pequenas e engraçadas,
Que brincam e dão saltos e passadas...
Mas vem o dia, e, leve e graciosa,
Pé ante pé, volta a melhor das fadas
Ao seu longínquo mundo cor-de-rosa

Fernando Pessoa







Segue o teu destino

Segue o teu destino,
Rega as tuas plantas,
Ama as tuas rosas.
O resto é a sombra
De árvores alheias.

A realidade
Sempre é mais ou menos
Do que nós queremos.
Só nós somos sempre
Iguais a nós-próprios.

Suave é viver só.
Grande e nobre é sempre
Viver simplesmente.
Deixa a dor nas aras
Como ex-voto aos deuses.

Vê de longe a vida.
Nunca a interrogues.
Ela nada pode
Dizer-te. A resposta
Está além dos deuses.

Mas serenamente
Imita o Olimpo
No teu coração.
Os deuses são deuses
Porque não se pensam

Ricardo Reis (heterónimo Fernando Pessoa)

terça-feira, 22 de março de 2011

Saber ouvir

Dois dos grandes problemas do ser humano: Falar demais E Não Saber Ouvir...


Moral da história:
"Se temos dois ouvidos e apenas uma boca, então é porque fomos feitos para escutar pelo menos o dobro do que dizemos"

EU Quero Ser Feliz


"Quando o meu Pai me perguntou
pela primeira vez o que eu queria ser,
respondi-lhe - após uma pequena pausa -
'Eu quero ser feliz.'

Isto, fez o meu Pai parecer bastante infeliz,
mas então tornei-me outra coisa
e todos ficaram felizes comigo."

Liselotte Rauner




segunda-feira, 21 de março de 2011

Acredita

Não permitas que te digam que não és capaz,
que te façam acreditar que não está ao teu alcance,
que é demasiado difícil para ti.

Acredita que és capaz e terás a capacidade de vencer obstáculos nunca antes imaginados.

Mais um desafio ganho




quinta-feira, 17 de março de 2011

quarta-feira, 16 de março de 2011

Gratidão

"BE THANKFUL

Be thankful that you don't already have everything you desire. If you did, what would there be to look forward to?
Be thankful when you don't know something, for it gives you the opportunity to learn.
Be thankful for the difficult times. During those times you grow.
Be thankful for your limitations, because they give you opportunities for improvement.
Be thankful for your mistakes. They will teach you valuable lessons.
Be thankful when you're tired and weary, because it means you've made a difference.

It's easy to be thankful for the good things.
A life of rich fulfilment comes to those who are also thankful for the setbacks.
Find a way to be thankful for your troubles, and they can become your blessings."

Autor desconhecido


O Medo

"Medo Autentico versus Medo Falso

O medo é uma emoção natural e fundamental para o ser humano, experimentada diante de um estímulo concreto de ameaça. Mas existem varios tipos de medo, o medo enquanto emoção que mostra que temos de nos proteger e o medo enquanto estado permanente de insegurança. O estado permanente de insegurança é o Falso Medo.

Quando o medo autêntico aparece ele avisa-nos de um perigo à vista e desaparece de seguida. Um medo é falso quando aumenta e permanece connosco por muito tempo.

O medo autêntico é saudável. Se nunca sente medo, alguma coisa está errada com os seus sentimentos, com as suas emoções. O medo falso é uma algema na alma, que atrapalha a sua vida...."

in Movimento ConfiançAgora

sexta-feira, 11 de março de 2011

Há palavras que nos beijam

Há palavras que nos beijam
Como se tivessem boca,
Palavras de amor, de esperança,
De imenso amor, de esperança louca.

Palavras nuas que beijas
Quando a noite perde o rosto,
Palavras que se recusam
Aos muros do teu desgosto.

De repente coloridas
Entre palavras sem cor,
Esperadas, inesperadas
Como a poesia ou o amor.

(O nome de quem se ama
Letra a letra revelado
No mármore distraído,
No papel abandonado)

Palavras que nos transportam
Aonde a noite é mais forte,
Ao silêncio dos amantes
Abraçados contra a morte.

Alexandre O'Neill 

Há dias assim...

quinta-feira, 10 de março de 2011

Peer group


“ A qualidade das nossas vidas é reflexo directo das expectativas e padrões do nosso grupo de influência.”

Anthony Robbins


quarta-feira, 9 de março de 2011

A Parábola do Cavalo

Era uma vez, uma quinta, na qual o seu proprietário, João, lutava com muitas dificuldades na árdua tarefa da agricultura e manutenção da propriedade. Ele possuía alguns cavalos para o ajudar nos trabalhos da sua quinta. Um dia, o seu feitor, veio trazer a notícia de que um dos cavalos havia caído num velho poço abandonado.


O poço era muito profundo e seria extremamente difícil retirar o cavalo de lá. João foi rapidamente até o local do acidente. Após avaliar a situação, certificou-se que o animal não estava magoado. Contudo, a dificuldade e o alto custo para o retirar do fundo do poço, concluiu que não valia a pena investir na operação de resgate do animal. Então, após reflectir, tomou uma decisão difícil: Determinou que o feitor sacrificasse o animal, a jogar terra no poço até estar soterrado.

E assim foi feito: Os empregados, comandados pelo feitor, começaram a lançar terra para dentro do poço, por forma a cobrir o cavalo. Mas, à medida que a terra caía no dorso do animal, este a sacudia, e no fundo a terra ia se acumulando e possibilitando ao cavalo subir lentamente.

Logo, os empregados e o feitor, compreenderam que o cavalo não se deixava enterrar, mas, ao contrário, estava a subir à medida que a terra enchia o poço, até finalmente conseguir sair!

Cada qual teve um momento, na vida, similar ao do cavalo… por vezes precisamos quem nos ajude a sair do poço.



 

A espada mágica

"Existe uma história muito, muito antiga, do tempo dos cavaleiros em brilhantes armaduras, sobre um jovem comum que estava com muito medo de testar as suas habilidades com as armas, num torneio local.

Certo dia, os seus amigos quiseram pregar-lhe uma partida e deram-lhe de presente uma espada, dizendo que tinha um poder mágico muito antigo. O homem que a empunhasse jamais seria derrotado em combate.
Para surpresa deles, o jovem correu para o torneio e pôs em uso o presente, ganhando todos os combates. Ninguém jamais vira tanta velocidade e ousadia na espada.
A cada torneio, a notícia de sua maestria espalhava-se e não tardou a ser ovacionado como o primeiro cavaleiro do reino.

Por fim, achando que não faria mal nenhum, um dos seus amigos revelou a brincadeira, e confessou que o instrumento não tinha nada de mágico, era só uma espada comum.
Imediatamente o jovem cavaleiro foi dominado pelo terror.
De pé na extremidade da área de combate, as pernas tremeram, a respiração ficou presa na garganta e os dedos perderam a força. Incapaz de continuar acreditando na espada, ele já não acreditava mais em si mesmo.

E nunca mais competiu."

Moral da história:
Cada um de nós tem o poder a cada momento de escolher o que quer experienciar, sentir, fazer, viver. A nossa escolha é a energia que nos vai influenciar a cada dia.
Escolhe o que queres sentir!
Escolhe a tua vida!
Escolhe!
Assume o controlo da tua vida!



Dia Internacional da Mulher

O Dia Internacional da Mulher, celebrado a 8 de Março, tem como origem as manifestações das mulheres russas por "Pão e Paz", por melhores condições de vida e de trabalho e contra a entrada do seu país na Primeira Guerra Mundial. Essas manifestações marcaram o início da Revolução de 1917. Entretanto, a ideia de celebrar um Dia da Mulher já havia surgido nos primeiros anos do século XX, nos Estados Unidos e na Europa, no contexto das lutas das mulheres por melhores condições de vida e de trabalho, bem como pelo direito ao voto.


"O homem é a mais elevada das criaturas;
A mulher é o mais sublime dos ideais.
O homem é o cérebro;
A mulher é o coração.
O cérebro fabrica a luz;
O coração, o AMOR.
A luz fecunda, o amor ressuscita.

O homem é forte pela razão;
A mulher é invencível pelas lágrimas.
A razão convence, as lágrimas comovem.
O homem é capaz de todos os heroísmos;
A mulher, de todos os martírios.
O heroísmo enobrece, o martírio sublima.

O homem é um código;
A mulher é um evangelho.
O código corrige; o evangelho aperfeiçoa.

O homem é um templo; a mulher é o sacrário.
Ante o templo nos descobrimos;
Ante o sacrário nos ajoelhamos.

O homem pensa; a mulher sonha.
Pensar é ter, no crânio, uma larva;
Sonhar é ter, na fronte, uma auréola.

O homem é um oceano; a mulher é um lago.
O oceano tem a pérola que adorna;
O lago, a poesia que deslumbra.

O homem é a águia que voa;
A mulher é o rouxinol que canta.
Voar é dominar o espaço;
Cantar é conquistar a alma.

Enfim, o homem está colocado onde termina a terra;
A mulher, onde começa o céu."

(Victor Hugo)



quarta-feira, 2 de março de 2011

Gavetas

Todos as temos, mais ou menos organizadas, sujas ou limpas, cheias ou vazias, gavetas de experiências, sentimentos e emoções.
Umas vezes fechamos-las à chave por forma a esquecermos o seu conteúdo, noutras deitamos a chave fora para que não caiamos na tentação de a voltar a abrir, outras ainda fingimos que elas não existem.

Estas peças de mobiliário emocional arrastam-nos e prendem-nos nas memórias da vida e podem tornar-se uma corrente forte e inquebrável, que não nos possibilita sair do ponto no qual nos encontramos.
Cabe a cada um de nós ter a força, coragem e determinação necessária para conseguirmos arrumar as nossas gavetas de forma que as consigamos abrir, se assim o desejarmos, e sintamos que, afinal, uma gaveta é apenas uma pequena parte da vida.


Adversidades

Geralmente as mudanças são vistas como adversidades. As adversidades podem ser bênçãos. As crises estão cheias de oportunidades. Se alguém lhe bloquear a porta, não gaste energia com o confronto, procure as janelas!

Lembre-se da sabedoria da água: 'A água nunca discute com seus obstáculos, simplesmente contorna-os. ‘


Que a sua vida seja cheia de vitórias, não importa se são grandes ou pequenas, o importante é comemorar cada uma delas. Não há comparações entre o que se perde por fracassar e o que se perde por não tentar.

Escrita de pedra

Quando alguém nos faz mal devemos escrever isso na areia para que os ventos do perdão façam desaparecer a frase.
Mas quando alguém nos faz algo de bom devemos gravar isso numa pedra para que nenhum vento o faça desaparecer!

Aprende a escrever as tuas feridas na areia, e a gravar em pedras as tuas venturas!


Tempo presente

Existe somente uma idade para a gente ser feliz,
somente uma época na vida de cada pessoa
em que é possível sonhar e fazer planos
e ter energia bastante para realizá-las
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente
e desfrutar tudo com toda intensidade
sem medo, nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que a gente pode criar
e recriar a vida,
a nossa própria imagem e semelhança
e vestir-se com todas as cores
e experimentar todos os sabores
e entregar-se a todos os amores
sem preconceito nem pudor.

Tempo de entusiasmo e coragem
em que todo o desafio é mais um convite à luta
que a gente enfrenta com toda disposição
de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO,
e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida da gente
chama-se PRESENTE
e tem a duração do instante que passa.

Autor desconhecido


terça-feira, 1 de março de 2011

O viajante de sonhos...

Era uma vez um viajante de sonhos que, em tempos idos, tinha muito trabalho....Ele saltitava de sonho em sonho, noite inteira, de pessoa para pessoa, num frenesim sem parar....

O viajante de sonhos pintava os sonhos..............com tinta colorida....Os sonhos eram realizados a cores....

Mas,   havia uma condição para ele pintar os sonhos....só conseguia pintar os sonhos das pessoas que acreditavam....no amor....E que acreditavam que era possível ser feliz...

A pouco e pouco, no entanto, cada dia trabalhava menos.....até que....deixou de sair à noite....As pessoas deixaram de acreditar no amor...E os sonhos passaram a ser a preto e branco...sem brilho, sem luz...

Até que um dia, um menino Vida começou a acreditar no amor...e que era possível ser feliz....O viajante dos sonhos começou novamente a trabalhar a noite inteira.....Os sonhos eram pincelados com todas as cores numa alegria imensa......e o menino começou a sentir uma sensação tão agradável quando acordava...O viajante dos sonhos sentiu-se novamente feliz por realizar o seu trabalho.....e a noite inteira assobiava  e sorria enquanto pincelava a tela dos sonhos....

E...um dia mais.....soube da existência duma menina que também começava a acreditar no amor....e rapidamente foi a correr para os sonhos dela....trabalhou a noite toda.....e pintou os sonhos mais coloridos....

No dia a seguir, continuou a pintar os sonhos, do menino e da menina....

E...uma bela noite.....o viajante dos sonhos, enquanto trabalhava nos sonhos do menino e da menina, começou a ver uma claridade imensa....Era uma luz imensa que se erguia do sonho do menino   e que se dirigiu para o sonho da menina.....e fez-se uma ponte....uma ponte de luz e de cor....era o ponte do arco-íris....a ponte da luz e do brilho...a ponte do acreditar....a ponte do amor....

O menino vida a menina alegria envolveram-se no amor do arco-íris.....

A partir daí....sempre que aparece o arco-íris.....é mais uma ponte do amor e do acreditar que é possível ser feliz...que acontece entre duas pessoas.....

Autor: António Ramalho


De bem com a vida


Terapia do Elogio


Renomados terapeutas que trabalham com famílias, divulgaram uma recente pesquisa onde se nota que os membros das famílias estão cada vez mais frios: não existe carinho, não valorizam as qualidades e só se ouvem críticas.

As pessoas estão cada vez mais intolerantes e desgastam-se ‘valorizando os defeitos’ dos outros.
Por isso, os relacionamentos de hoje não duram.
A ausência de elogio está cada vez mais presente nas famílias. Não vemos mais homens elogiando suas mulheres ou vice-versa, não vemos chefes elogiando o trabalho de seus subordinados, não vemos mais pais e filhos se elogiando; amigos, etc.
Só vemos pessoas fúteis valorizando artistas, cantores, pessoas que usam a imagem para ganhar dinheiro e que, por consequência são pessoas que tem a obrigação de cuidar do corpo, do rosto.

Essa ausência de elogio tem afectado muito as famílias.
A falta de diálogo em seus lares, o excesso de orgulho impede que as pessoas digam o que sentem e levam essa carência para dentro dos consultórios. Acabam com seus casamentos, acabam procurando noutras pessoas o que não conseguem dentro de casa.

Vamos começar a valorizar nossas famílias, amigos, alunos, subordinados. Vamos elogiar o bom profissional, a boa atitude, a ética, a beleza de nossos parceiros ou nossas parceiras, o comportamento de nossos filhos.
Vamos observar o que as pessoas gostam. O bom profissional gosta de ser reconhecido, o bom filho gosta de ser reconhecido, o bom pai ou a boa mãe gostam de ser reconhecidos, o bom amigo quer se sentir querido, a boa dona de casa valorizada, a mulher que se cuida, o homem que se cuida, enfim vivemos numa sociedade em que um precisa do outro; é impossível um homem viver sozinho, e os elogios são a motivação na vida de qualquer pessoa.

Quantas pessoas poderá fazer feliz hoje elogiando de alguma forma?
Comece agora!

(Arthur Nogueira - Psicólogo)

Sou um guardador de rebanhos

Sou um guardador de rebanhos.
O rebanho é os meus pensamentos
E os meus pensamentos são todos sensações.
Penso com os olhos e com os ouvidos
E com as mãos e os pés
E com o nariz e a boca.

Pensar numa flor é vê-la e cheirá-la
E comer um fruto é saber-lhe o sentido.

Por isso quando num dia de calor
Me sinto triste de gozá-lo tanto,
E me deito ao comprido na erva,
E fecho os olhos quentes,
Sinto todo o meu corpo deitado na realidade,
Sei da verdade e sou feliz.

                                            Alberto Caeiro



Tens sempre razão

Nunca é tarde!