segunda-feira, 18 de março de 2013

Encontros escaldantes

Procrastino cada um dos nossos encontros, vejo-te como uma obrigação e não como um prazer. Sei que mudando a percepção que tenho de ti passaria a ter prazer e não dor em cada um dos nossos encontros. Tento distrair-me com tudo o que posso sempre que estou na tua companhia, a TV, a rádio, a internet, o telemóvel. É mais forte que eu. Automatizados que estão cada um dos meus movimentos abstraio-me e viajo para longe do meu corpo.


Deveria ser mais disciplinada, deveria encontrar-te com mais frequência para não ser tão penoso cada minuto que passamos juntos, ainda não consegui meu querido ferro de engomar.

Sem comentários:

Enviar um comentário